sábado, 16 de fevereiro de 2013

Vou fazer 40 e ainda não casei!


Por Guilherme Parizio

Com exceção da barba, serei eu daqui a alguns anos? 
No próximo dia 1 de março estarei completando a "significativa" data de 40 anos. Olho para traz e penso: "Ufa, n acredito que já faz tanto tempo!" De todas as coisas que já aconteceram comigo, das mais simples as mais inusitadas, uma que mais chama atenção é, na verdade, uma que não aconteceu: o meu "não casamento" ou minha obstinada solteirice. Chama a atenção principalmente pelo fato de ser cristão, e cristão evangélico, (e pentecostal!). A grande maioria de meus amigos e conhecidos já estão ou casados ou enrolados. E quanto mais o tempo passa mais pessoas me indagam os motivos da minha aversão a essa instituição divina chamada casamento. No meu antigo emprego na Luz e Vida não havia um dia em que o tema casamento não fosse trazido à baila.Todos os dias eu tinha que estar preparado para responder sobre isso, tanto aos meus colegas quanto aos mais diversos clientes que frequentavam a loja (clientes antigos ou mesmo aqueles que mal acabavam de conhecer nosso ambiente). Isso no maior deboche, quando não beirava a ofensa mesmo!

Na época em que estava com o stand da Luz e Vida na ESTEADEB era pior. Lá era um ambiente sóbrio, frequentado pelas mentes mais pensantes de nossa igreja. Os mais profundos assuntos teológicos eram debatidos por lá. Na hora do intervalo era instigante ver as indagações dos ávidos alunos aos capazes professores, Nadjakson, Alessandro Barreto, Walson Sales, etc., que por sua vez respondiam de forma satisfatória, demonstrando por sua vez que mereciam um lugar no corpo docente do seminário. Na secretaria sempre podíamos ouvir um gostoso papo sobre escatologia bíblica conduzido pelo perspicaz prof° Saulo, ou uma verdadeira aula informal sobre línguas originais proferida pela profª Azenate. Irmã Sherline, a secretária, também não ficava atras e sempre nos brindava com alguma informação sobre sua área, a psicologia. Era assim entre eles. Agora, não obstante sempre me considerarem e me darem honra mais do que eu merecia, me trazendo na conta de alguém preparado profissionalmente e também teologicamente (algo que agradeço, pois de fato sempre fui muito bem tratado naquele lugar), sempre que algum deles se dirigia a minha pessoa o assunto, na grande maioria das vezes, se isolava em um só tema: "por que que o senhor nessa idade ainda não se casou?" kkkkkkkk. Confesso que muitas vezes não sabia o que responder. Realmente nunca havia pensado muito sobre o tema, até hoje.

Não havia pensado direito, e agora quando penso ainda não tenho resposta. Mas vou postar mesmo assim. É só um desabafo mesmo.


2 comentários:

Keyla Camelo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcia disse...

Para mim e poor sou mulher,e no ultimo dis 14 de Janeiro complete 39 anos e as pessoas pensam sempre poor você vai ficar sozinha não tem filhos a idade chega e você não vai conseguir ter filhos. É muito chato.